Futuro TechLançamentosMobileRecursos TechRedes Sociais

3 maneiras criativas de construir uma marca online de sucesso

Branding é sinônimo de qualquer negócio de sucesso que você possa imaginar. É o recurso que conecta você aos seus clientes, não apenas economicamente, mas também emocionalmente. Estabelecer uma start-up é uma coisa, mas sem uma marca forte, você só pode fazer muito.

Ao contrário da crença popular, a marca vai além de seus elementos gráficos e nome. Na verdade, toda empresa tem um logotipo, mas isso não garante o sucesso. A razão pela qual muitas empresas caem é que suas marcas mal se conectam com seus consumidores. Você deseja criar um produto que atraia novos consumidores enquanto mantém os atuais.

Então, como você vai conseguir isso? As marcas que alcançam o sucesso incentivam a lealdade do cliente, produzindo uma experiência tangível com a qual possam se relacionar. Pelo menos com base no comportamento atual do consumidor, a melhor maneira de impulsionar o progresso é criando bom conteúdo. Além de blogs, existem várias outras plataformas para publicar tudo o que você fez. Continue lendo para saber mais!

3 maneiras criativas de construir uma marca online

1. Redes Sociais

Quando as pessoas mencionam marketing online, a mídia social é a primeira ferramenta que vem à mente. Enquanto a humanidade tenta vender mercadorias, a socialização tem sido um fator chave para qualquer estratégia de marketing. O conceito sempre foi fazer amizade com clientes em potencial antes de iniciar a venda. No mundo moderno, as mídias sociais se tornaram um dos principais canais de comunicação, o que as torna ideais para seu projeto de branding.

Para começar, configure uma conta em qualquer plataforma de mídia social popular. Minhas histórias de tendência é um site que vale a pena experimentar. Depois de reunir todos os recursos necessários, você pode começar a publicar conteúdo informativo sobre seus produtos e serviços.

Às vezes, você pode se pegar discutindo um campo ou assunto que não é popular para as massas. Se você se encontrar em tal situação, precisará educar as pessoas nesse campo ou assunto antes de comercializar seus produtos. A mídia social é o lugar perfeito para projetos educacionais e esclarecedores. Independentemente de o assunto ser popular ou não, garantir sua diversão pode atrair clientes em potencial com o tempo.

2. Mainstream Media

Quantas vezes você viu anúncios em exibição na sua TV? Quantos vídeos curtos durante os intervalos comerciais ficaram gravados em sua mente? A mídia convencional, que inclui rádio, jornais, revistas e, sim, a TV, sempre estiveram entre as formas mais eficazes de marketing.

Você se beneficia dos anúncios da mídia tradicional porque sua marca é exposta a muitas pessoas em um curto período. Lembre-se de que a primeira prioridade ao construir uma marca é divulgar seu nome e sua empresa para as massas. Deixe as pessoas se familiarizarem com sua marca e seus produtos antes de mergulhar mais fundo. A mídia convencional faz o trabalho aqui porque as pessoas estão sempre assistindo, ouvindo ou lendo.

No entanto, a segmentação convencional tem algumas desvantagens e é importante conhecê-las antes de investir. Primeiro, com a mídia convencional, você espera que sua mensagem chegue ao seu público-alvo. Nem todo mundo que assiste à TV terá interesse em seus produtos.

Outra desvantagem – que afeta principalmente as start-ups – é a acessibilidade. A regra do marketing é que quanto mais exposição você obtém, mais você paga. Esta regra pode ser observada em estações de TV, rádios e editoras de jornais. Certifique-se de escolher uma opção que lhe dará bons retornos sem gastar seu orçamento.

3. Podcasting

Como a pandemia COVID-19 prendeu muitos em casa, ela criou uma saída criativa para as pessoas começarem suas carreiras online. Uma indústria que viu um influxo maciço e continua a crescer no momento é a criação de conteúdo. Enquanto muitos estão focados em gravar vídeos, eles perdem uma excelente oportunidade de entrar em outra avenida, os podcasts.

Por um lado, muitos consumidores de conteúdo preferem áudio porque podem ouvir e trabalhar em outras tarefas. Veja os motoristas, por exemplo; a melhor maneira de vender seu conteúdo aos ouvidos deles é por meio de gravações de áudio, em vez de imagens de vídeo.

Dito isso, o podcasting continua sendo uma das avenidas menos exploradas quando se trata de branding e marketing online. No entanto, existe a promessa de crescer nos próximos anos e você poderá ser um dos primeiros beneficiários dessa revolução.

Como você comece seu podcast, seria prudente se juntar a outros como convidados em suas plataformas. O tag-teaming pode ajudá-lo a comercializar seu novo podcast e o que você está vendendo por meio de um público estabelecido. Isso pode levar muito tempo, portanto, esteja pronto não apenas para investir financeiramente, mas também para se comprometer a manter o curso.

Conclusão

Construir uma marca online pode ser assustador, especialmente agora que existem muitos concorrentes em quase todos os campos. Porém, com uma boa estratégia, você conseguirá atingir seus objetivos. Aproveite a popularidade das mídias sociais e outras plataformas online que podem aumentar o seu crescimento. O podcasting ainda é uma avenida em crescimento, mas com o tempo pode impulsionar sua base. Em tudo o que você fizer, lembre-se de comprometer o máximo de recursos possível.

Source link

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar